queijunto e preso

desassossego agosto 29, 2009

Filed under: divagações de uma mente intermitente — a.cartolina @ 11:19 pm

[…]

” De repente, como se um destino médico me hovesse operado de uma cegueira antiga com grandes resultados súbitos, ergo a cabeça, da minha vida anónima, para o conhecimento claro de como existo. E vejo que tudo quanto tenho feito, tudo quanto tenho pensado, tudo quanto tenho sido, é uma espécie de engano e de loucura. Maravilho-me do que consegui não ver. Estranho quanto fui e que vejo que afinal não sou.”

[…]

“Pesa-me, realmente me pesa, como uma condenação a conhecer, esta noção repentina da minha individualidade verdadeira, dessa que andou sempre viajando sonolentamente entre o que sente e o que vê. ”

[…]

lendo: livro do desassossego – fernando pessoa

 

Da necessidade de viajar agosto 23, 2009

Filed under: arquitetando — tijolooo @ 10:30 pm

já dizia um professor da fau a respeito do bom velhinho [lê-se niemeyer]:

“A arquitetura não é arte para ser vista, apenas. É arte para ser vivida, vivenciada. Não se pode apreendê-la com fotografias, nem filmes, nem maquetes, nem nada. Todas estas formas são redutoras, parciais, incompletas. É preciso ir ao seu encontro, tocá-la com as mãos, com os pés, com o corpo todo e seus sentidos amplificados em movimento.”

é uma ótima desculpa!

mas para conhecer todas as linhas do mundo é preciso ter meios e pra isso, um pouco mais de paciência com essa tal de arquitetura…

 

… pffff..lítica agosto 21, 2009

Filed under: Uncategorized — renatcheeenhooo @ 5:39 pm

Ilustríssimo Sr. Aloizio Mercadante, Vossa Excelência faz cocô mole!

 

Stop Motion bem legal! agosto 18, 2009

Filed under: ok — renatcheeenhooo @ 3:01 pm
 

o corpo cobrando agosto 14, 2009

Filed under: para pensar no futuro,teorias de uma mesa de bar — a.cartolina @ 4:55 pm
kate moss

kate moss

“kate estava em um passeio de barco por um resort francês quando foi flagrada com a cara envelhecida. as marcas da pele podem estar relacionadas com o excesso de cigarro e bebidas alcoólicas consumidas pela modelo” (msn entretenimento)

 

Filed under: querido diário — a.cartolina @ 4:19 pm

direção

de primeira e na raça!

 

sobre a relatividade agosto 13, 2009

Filed under: orgulho canceriano — tijolooo @ 12:56 am

rótulos me irritam por dizer muito pouco sobre pessoas e relações [2].

pra quem se considera indisposta, até que seis meses é bastante tempo.

acho que a falta de rótulo cria certas lacunas e até vazios…

mas pelo menos dá segurança de ser o que é, simplesmente pelo ser e pelo querer.

eu não suportaria ser uma obrigação.

nem muito menos admitiria uma.

e ainda assim dá pra planejar até três meses à frente… sem sentir pesar.

não é engraçado?

falo por mim, claro.