queijunto e preso

10 coisas para se fazer em SP por menos de R$ 10,00 abril 29, 2009

Filed under: all things pretinho,listas,queijuntando o preso — julianay @ 2:56 am

renatinho jura que existe.
eu não conheço.
not even one.

Anúncios
 

renato braga, a personificação de tudo o que é cool abril 21, 2009

Filed under: all things pretinho,queijuntando o preso — julianay @ 3:59 am

juno : […] i just, like, don’t want to give the baby to a family that describes themselves as “wholesome”. well, i don’t know, i just want something a little more edgier.
leah: ok, well what did you have in mind?
juno: i was thinking more, like, graphic designer… mid thirties, you know, with a cool asian girlfriend who, like, dresses awesome and rocks out on the bass guitar.

lembrando: do som ao vivo no carro.

 

para quem eu amo março 23, 2009

Filed under: all things pretinho,desabafo,orgulho canceriano — julianay @ 2:58 pm

If I could be who you wanted all the time

 

aprovado pela sogra março 20, 2009

Filed under: all things pretinho,orgulho canceriano,queijuntando o preso — julianay @ 3:50 am

eu e minha mãe comendo sardinha enlatada com cebola em fatias.

dl: ele parou de te ameaçar?
eu: ah, mãe. eu tive que fazer um BO.
dl: ah, filha. daqui a pouco ele arruma uma namorada nova e te esquece.
eu: tomara.
dl: arruma sim. ele chama atenção.
eu: sou muito mais o renatinho.
dl: ah, sim. o renatinho é bem mais bonito de rosto. e de corpo também. magrinho, né?

ouvindo: sondre lerche – i wann call it love

 

inseparáveis março 15, 2009

Filed under: all things pretinho,queijuntando o preso — julianay @ 6:22 pm

botinhas1

eu, botinhas da fê e renatinho.
juntos pra sempre!

 

e as ameaças continuam março 12, 2009

Filed under: all things pretinho,orgulho canceriano,querido diário — julianay @ 7:10 pm
renatinho e eu

renatinho e eu

[…]
so give me coffee and tv
history
i’ve seen so much
i’m goin blind
and i’m braindead virtually
sociability
it’s hard enough for me
take me away form this big bad world
and agree to marry me
so we can start all over again

[…]
theres people there who will hurt you
‘cos of who you are

your ears are full of the language
theres wisdom there youre sure
til the words start slurring
and you cant find the door

 

one and only

bebi até ficar vermelha, tive crises de riso e bolinei o renatinho em público numa campanha pró-PDA’s.
só para comemorar nosso primeiro mês de namoro.
o mês de namoro com mais história no mundo. daria um bom livro, com final feliz e tudo mais.
até hollywood compraria os direitos.